RSS
Write some words about you and your blog here

Primeiras Linhas

Por muito tempo relutei em escrever um diário, já que não considerava minha vida movimentada ou interessante o bastante para colocá-la num amontoado de papel; sem contar que eu tinha certeza que o tempo que eu perderia escrevendo sobre minha monótona vida poderia ser melhor usado para que eu escrevesse meus textos e meu livro.

Essa minha linha de raciocínio acabou indo de água abaixo em outubro do ano passado(mais precisamente na véspera do meu aniversário), quando comecei a escrever um diário. No começo eu tinha certeza que logo ficaria cansada daquilo, deixaria de lado e só me dedicaria aos meus textos e livros; entretanto, olhando um pra trás, sou sincera ao dizer que hoje me arrependo de não ter começado um diário antes. Colocar minha vida no papel, desabafar meus problemas e receios, registrar meus momentos de alegria e confidenciar meus devaneios (por mais insanos ou promíscuos que eles sejam às vezes) tem me feito um bem enorme. Não exagero ao dizer que tem sido uma ótima terapia e que tem me ajudado muito; e também não exagero ao dizer que não consigo mais me ver sem escrever meu diário.

Assim como a idéia do diário não me era interessante, fazer um blog então era algo fora da minha realidade. “Pra quê colocar minha vida na internet?”, argumentava; “E se não for pra colocar a minha vida, o que eu vou escrever lá? Não, não vejo graça em blogs, isso não é pra mim”. E como pode ver, da mesma maneira que minha visão quanto a um diário mudou, o mesmo aconteceu com a criação e desenvolvimento de um blog, também mudou.

E o que provocou essa mudança? Não estou cem por cento certa, mas posso quase afirmar que foram duas coisas:

Primeira: Jonas( um amigo que tive o prazer de conhecer pela internet, através da comunidade do Nightwish) escreve poemas lindos, profundos e cativantes, os quais não há um que eu não goste. Ele criou a comunidade “Uivos para Anjos e Mortais” no Orkut com a finalidade de divulgar seus poemas pra quem quisesse lê-los. Vendo a comunidade e os poemas dele lá, sempre recebendo elogios e comentários construtivos, despertou em mim o desejo de “copiar a idéia” e criar uma comunidade para postar meus textos. Entretanto o desejo não foi forte o bastante para derrubar o paradigma “Não quero ter um blog”.

Segunda: arrumando minhas gavetas uns dias atrás, acabei encontrando vários textos que eu havia escrito. Sou suspeita para falar, mas sou sincera quando digo que o material é bom, tão bom que me fez pensar “Por que as pessoas não lêem?”, “Por que estão guardados na sua gaveta e não em um lugar que ela podem encontrá-los”, foi a resposta que dei a mim mesma.

Os textos em minhas mãos fortaleceram o desejo despertado pela iniciativa de Jonas. Fortaleceu a tal ponto que o “Não quero um blog” sucumbiu à sua força e “A escritora e o Pêndulo” nasceu.

Aqui pretendo colocar os tais textos que estão guardados na gaveta e ainda escrevo(embora com uma freqüência menor que a de antes) para que amigos, conhecidos e pessoas que eu não faço a menor idéia de quem sejam, possam conhecer um pouco do meu lado escritora, ou seja, que conheçam minha verdadeira essência.

Se eu demorar a postar algo, por favor, não pensem que abandonei o blog(se um dia eu fizer isso, prometo avisar). Devo também dizer que meus textos estão manuscritos e que deverei digita-los aos poucos para coloca-los aqui. Será um pouco trabalhoso, mas sei que vai valer a pena(pelo menos pra mim valerá).

Então, à partir de hoje, está oficialmente criado e aberto o blog “A escritora e o Pêndulo”.

SEJA BEM-VINDO.

3 comentários:

Jonas disse...

Às vezes, temos um brilho maravilhoso e raro dentro de nós mesmos. Mas temos medo de que o mundo não o aceite. Se isso acontecer, eles estão errados, não a gente.

Fico feliz por ter te motivado, é gratificante. Assim como você me apoiou e incentivou, estarei aqui sempre, te apoiando e incentivando.

;)

Abração e Beijão!

††Carol†† disse...

Kii lindoooo
*-*


Não escrevo bem como vc e o Jonas, mas tudo bemm...
^^
aki estou dando uma forcinhaaa

njok's

Hugo disse...

Bruna Scaccio...:
Eu recebi esse link de um amigo que assim conheci pela internet!!
Tendo a distancia como motivo eu escrevo também!! sinto uma enorme vontade de postar os meus "textos" mais a coragem falta!
Apreciei bastante a coragem de expor seus textos e a sua historia!
Então meus parabens!!!
bjO
Boa sorte!

Jonas disse...

Às vezes, temos um brilho maravilhoso e raro dentro de nós mesmos. Mas temos medo de que o mundo não o aceite. Se isso acontecer, eles estão errados, não a gente.

Fico feliz por ter te motivado, é gratificante. Assim como você me apoiou e incentivou, estarei aqui sempre, te apoiando e incentivando.

;)

Abração e Beijão!

††Carol†† disse...

Kii lindoooo
*-*


Não escrevo bem como vc e o Jonas, mas tudo bemm...
^^
aki estou dando uma forcinhaaa

njok's

Hugo disse...

Bruna Scaccio...:
Eu recebi esse link de um amigo que assim conheci pela internet!!
Tendo a distancia como motivo eu escrevo também!! sinto uma enorme vontade de postar os meus "textos" mais a coragem falta!
Apreciei bastante a coragem de expor seus textos e a sua historia!
Então meus parabens!!!
bjO
Boa sorte!